Roteiro de 3 dias em Ho Chi Minh

por | set 8, 2020

vietnam
Depois de viajarmos de barco, trem e Ônibus pelo Vietnã, decidimos otimizar nosso tempo e ir de avião até Ho Chi Minh. Viagem rápida (1h25) e barata, em torno de 60 USD. Do aerporto pegamos o ônibus pro nosso hotel que ficava no Distrito 1, parte mais turística da antiga capital do Vietnã do sul.
Pra quem está “chegando agora” nessa série de posts sobre o Vietnã, acesse também as publicações anteriores nesse link aqui
Nosso roteiro teve duração de 12 dias e foi dividido assim:
• 3 dias em Hanoi
• 2 dias em Halong Bay
• 1 dia em Hue
• 2 dias em Hoi An
• 3 dias em Ho Chi Minh City
 
Cosmopolita, com forte influência chinesa e francesa, países que já dominaram o país, e muitas marcas da guerra contra os Estados Unidos, a antiga Saigon é uma mistura multicultural de oriente e ocidente, além de ser o centro financeiro do país.
A cidade é ainda mais lotada que caótica que Hanoi. Esquece São Paulo ou Nova York, em Ho Chi Minh você verá o trânsito mais louco da sua vida, chega até ser engracado. Por lá as motos andam na direção que bem entendem e até nas calçadas. O trânsito de pessoas também é grande e elas são menos amigáveis do que em outras cidades por onde passamos. É bom tomar cuidado com os malandros tentando tirar teu dinheiro.
 
Por que a cidade mudou de nome?
Quando foi fundada no século XVII Ho Chi Minh se chamava Saigon. Ela foi capital da Indochina Francesa e, após a independência no século XX, capital do Vietnã do Sul, que vivia sob a influência dos Estados Unidos. No final da Guerra do Vietnã (até hoje chamada de Guerra Americana pelos vietnamitas), e com a vitória do Vietnã do Norte, lado socialista, Saigon virou Ho Chi Minh em homenagem ao revolucionário comunista.
 
 

O que conhecer em 3 dias na cidade

Museu da Guerra

Passeio indispensável pra quem quer entender o que significou a Guerra do Vietnã pelo olhar vietnamita. Ele conta com uma coleção excelente e um tanto chocante de fotos, que são divididas por sessões: Os soldados, os jornalistas que cobriram a Guerra, as vítimas do agente laranja (se você não sabe o que é agente laranja, clica aqui ). O pátio do museu conta com uma coleção de aviões, tanques e armamentos deixados para trás durante a guerra.
Fica no Distrito 3, na rua Vo Van Tan, 28. Abre todos os dias das 7h30 às 17h, mas fecha para almoço, entre 12h e 13h. A entrada custa 15 mil dongues. 
 
guerra do vietnam

 

Correio Central

Um prédio super bonito com influência da arquitetura francesa neoclássica. Foi construído entre 1886 e 1891 por Gustave Eiffel, o mesmo arquiteto responsável pela Torre Eiffel e Estátua da Liberdade.
A entrada é gratuita. 
 
ho chi minh
 

 

Bui Vien Street

A rua dos bares e restaurantes mais turísticos da cidade. As motos pra lá e pra cá, os ambulantes e as mesas na calçada dão o clima de descontração ao lugar. Come-se bem e à preco justo.
 
Hanoi

 

Rua Dong Khoi

Fica na área mais chique da cidade, com hoteis de luxo, grifes renomadas, galerias de arte e a bonita Ópera de Saigon. Lá tem dois lugares que gostei bastante: As lojas Mai Lam e L’usine. Um bom break pra quem estiver cansando do mundo oriental.
 

 

Chill Rooftop

Esse é um dos tantos rooftops que a cidade oferece. Bom pra ir à noite e tomar uns bons drinks.
A entrada custou 300 mil Dongues e incluia uma bebida. 
 
ho chi minh

 

Cu Chi Tunels

Esses tuneis possuem centenas de quilômetros de extensão e foram usados pelo exército vietnamita como estratégia para vencer a Guerra. Famílias inteiras podiam se esconder nos túneis, que também serviam de camuflagem, possibilitando a saída do cano das armas para surpreender os inimigos. 
No complexo também podemos conhecer as armadilhas utilizadas pelos vietnamitas contra os adversários. A vítima, caso não morresse imediatamente, definhava por dias à espera de socorro que, obviamente, nunca chegava. 
Nos pagamos 6 dólares pelo guia + a entrada de 110 mil Dongues no complexo. Fica a 1h30 da capital, dependendo do trânsito. 
 
cu chi tunnels
 

 

Almoço no Mercado Ben Thanh

As opções de refeições são infinitas e você vai comer bem em qualquer uma das barracas.
Nos almoçamos panqueca vietnamita, pork noodles, dois sucos de frutas tropicais saiu por 140 mil Dongues.
 
vietnamese frech roll

Caminhar pelos becos do Distrito 1

Esse foi meu passeio preferido em Ho Chi Minh. Apesar do bairro ser bem turístico, as pessoas locais aindam moram por ali e costuman deixar as portas de pequenas casas abertas. Dá pra ver vida real e ninguém se importa muito de você estar andando por lá e vendo tudo que se passa dentro das casas. 
 
Fun fact: No Vietnã os impostos das casas são baseados na largura que elas têm. Pra amenizar os custos anuais, os habitantes constróem casas super estreitas, porém com 4 / 5 andares, sendo que o primeiro andar fica a sala e é escancarado para a rua, sem qualquer privacidade.

 

Chinatown e o Templo Thiên Hâu

Toda cidade tem uma Chinatown pra chamar de sua e Ho Chi Minh não é diferente. Não que esse seja um passeio imperdivel, mas é um passeio excelente pra quem gostar de apreciar o vai e vem das pessoas e fazer boas fotos do cotidiano urbano. É lá também que fica um dos melhores templos da cidade, o Templo Thiên Hâu foi construído em homenagem a Deusa do Mar e um exemplo bem preservado da arquitetura chinesa com detalhes vietnamitas. 
 

Gostou do Post? Compartilhe!

– organize sua viagem e ganhe descontos –

Fazendo suas reservas pelos nossos links, você recebe descontos, nós ganhamos uma pequena comissão dos nossos parceiros e todo mundo viaja feliz.

leia também: