Morro de São Paulo: praias paradisíacas e noites agitadas

por | maio 15, 2012

Sempre que vou a Morro de São Paulo meu pai me fala: “De novo??? Vá conhecer outro lugar, menina!” E eu respondo: “Sim, pai! De novo e sempre. E um dia fico de vez.”  Acho que ele sente é uma baita inveja por ser um dos poucos paraísos do nordeste que ele ainda não conhece. Já eu, sou praticamente uma local da ilha da magia.

Sabe aquele posto que ninguém mais vai ocupar no seu coração? Morro de São Paulo é isso na minha vida. Não importa pra onde eu vá nesse mundão de Meu Deus, ou quantos visitantes a ilha receba por ano, sempre que a gente se encontra o mundo para, o sorriso abre, os olhos brilham e qualquer resquício do passado ou do futuro desaparecem. Morro de saudade! Morro de amores!

Há quem prefira Boipeba, outros Moreré. Eu gosto do agito de Morro na baixa temporada. Da vila cheia de sotaques castelhanos e hebraicos. Das festas na Pulsar, do por-do-sol na Toca, do banho de argila, dos coqueiros da quarta praia e do encanto da Segunda.

morro de são paulo

como chegar

Do aeroporto de Salvador até o porto, que fica em frente ao Mercado Modelo, são cerca de 30/40 minutos de carro. O taxi até lá sai por cerca de R$90,00. Do porto, pega-se o catamarã até a ilha, numa viagem de 2h30, por R$75,00. É sempre bom tomar um remédio pra enjôo, porque o catamarã costuma balançar bastante.

Você também pode ir de avião, partindo do próprio aeroporto de Salvador. A passagem de ida custa cerca de R$280,00. Ou seja, é mais caro que a passagem de ida e volta do Rio pra SSA. Outra forma é o caminho marítimo+terrestre, pegando o barco até Itaparica, ônibus até Valença e barco pra Morro. Apesar de mais barato, é a viagem mais longa. Desde 2007 a Ilha cobra uma taxa de R$12,00 de preservação. Nada mais justo pra um lugar que costuma lotar durante o verão.

morro de são paulo

onde ficar

O que não falta em Morro é pousada. De todos os tipos, pra todos os bolsos e gostos. Na baixa temporada não precisa fazer reserva. Já fiquei na Pousada Mareia (que fica na Vila) e no Hostel Che Lagarto, no caminho pra Biquinha.  A diária do Hostel, com café da manhã, sai por R$50,00. Tenho gostado bastante de ficar por lá. Mas, além dessas, são inúmeras as pousadas que cobram cerca de R$100,00 o casal. Pra quem quer mais conforto e luxo, Morro também é um prato cheio. A Pousada Minha Louca Paixão parece ser uma delícia, como mostra essa foto aí em cima.

onde comer

Também são inúmeros os restaurantes da ilha. Comida italiana, japonesa, nordestina, argentina… Indico o camarão no abacaxi do Funny, na Segunda Praia, o peixe ao molho de manga do One Love, no caminho pra Gamboa, os sanduiches da padaria em frente à Biquinha, o filé mignon e a pizza à lenha do Six Club na Segunda Praia, o queijo coalho do vendedor ambulante da Quarta Praia. Certamente, em todos eles, você vai pagar metade do preço que pagaria no Rio ou São Paulo. Pra beber, as caipirinhas de frutas típicas das barraquinhas espalhadas por todo lugar são irresistíveis. Cajá, Lichia, Coco, Cacau, Manga, Maracujá, Abacaxi… tem de tudo!

morro de são paulo

o que fazer 

durante o dia 

  • Passeio de barco até Boipeba. Por R$60,00 você passa o dia no barco, para pra almoçar em Boipeba e ainda tem a chance de mergulhar nas piscinas naturais de Moreré e de conhecer a cidadezinha de Cairu.
  • Andar a cavalo pela Quarta praia. Vá de calça e tênis pra não se machucar, como já aconteceu comigo.
  • Por-do-sol no One Love e na Toca. É aquele momento assim: Meu Deus, eu morri e tô no paraíso!
  • A vista da tirolesa. É o cartão postal de Morro. A descida pela tirolesa custa R$30,00.
  • Praias do caminho pra Gamboa. Uma caminhada de 30 minutos te levam por prainhas lindas, de águas transparentes e mar calminho.  Mas vá na maré baixa, senão fica difícil caminhar. São as praias mais lindas de Morro.
  • Banho de argila da Gamboa. Faz um bem danado pra pele.
  • Segunda Praia e Quarta Praia. Senta lá e fica lagartixando o dia inteiro.

morro de são paulo

durante a noite

  • Festa da espuma na Pulsar Disco, no caminho do Forte. Os gringos enlouquecem, a música é boa e a diversão é garantida!
  • Festas temáticas da Toca.
  • Luau na Segunda Praia. Qualquer coisa na segunda praia é bom.
  • Agora, uma menção honrosa ao melhor bar/balada que Morro já teve: o extinto 87 Music Bar. Ficava na Segunda Praia e tocava um ótimo rock n’ roll. Espetacular! Mas o dono resolveu fechar o bar e agora é dono do Six Club, restaurante de ótima comida porteña, que sempre me recebe tão bem na ilha da magia. Obrigada, Daniel e Jô.
Gostou do Post? Compartilhe!

Gostou do Post? Compartilhe!

– organize sua viagem e ganhe descontos –

Fazendo suas reservas pelos nossos links, você recebe descontos, nós ganhamos uma pequena comissão dos nossos parceiros e todo mundo viaja feliz.

leia também:

Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial