Cinque Terre: as 5 lindas terras italianas

por | maio 15, 2015

Casinhas coloridas, ruas estreitas, escadarias e becos intrigantes, onde os carros não entram e o azul do mar mediterrâneo encanta, eis Cinque Terre.

Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza e Monterosso são os nomes desses 5 povoados na costa Ligure, na Itália. Não importa em qual deles você escolha pernoitar, passe pelo menos 3 dias nas Cinque Terre, dedicando um dia inteiro em andar pelos vilarejos e os outros pra aproveitar a praia ou voltar a alguma das Terre que tenha mais gostado.

De Nice a Riomaggiore são nove horas de viagem, entre baldeações em Vintimiglia e Gênova. É uma viagem pra ser feita de dia, sentada na janela do lado direito do trem contemplando o azul do Mediterrâneo. Sem dúvida, a estrada de trem mais bonita por onde já passei.

Riomaggiore é uma graça de cidade. Bem pequena, cheia de escadarias, vielas cobertas e a mais parecida com vila de pescador. É lá onde começa (ou termina) a Via dell´Amore, mas, quando fui, ela estava fechada. Passei a tarde na praia de Riomaggiore, tomando sorvete de Amarena (€2,00), aproveitando o Dolce far Niente das águas geladas do Mediterrâneo. 

Riomaggiore

Pra comer, o forte das Cinque Terre são os frutos do mar. Jantei mexilhões recheados + taça de vinho no Restaurante La Gruta por €19,00. Restaurante super bacana, construído numa espécie de gruta, como o próprio nome diz.

O melhor lugar pra assistir ao pôr-do-sol é na entrada da Via del Amore é o lugar. Difícil fechar a boca de tanta beleza. 

Riomaggiore

O barco de Riomaggiore pra Monterosso passa em poucos horários por dia. A viagem dura 20 minutos e é incrivelmente linda. Separe umas três horas do seu dia só para Monterosso, que é maior e mais bem estruturada de todas as Terre.

Ela é dividida em duas partes, o centrinho e a praia. Se você chegar no vilarejo de manhã, vale caminhar em direção à praia e tomar café numa “padaria” típica italiana. Panini + Café por €2,50. É nessa área onde ficam os melhores hotéis e pousadas e no verão deve bombar! Se tiver sol, aproveite a praia por ali, que é a melhor de todas.

No centrinho, que fica pro outro lado, tem vários restaurantes, cafés, lojas de artesanato e de roupas de linho tipicamente “sou rica na costa italiana”. Um pouco mais pra dentro da vila, lá no alto do morro, fica a vinícula Buranco, que faz degustação e vende os vinhos locais. Vale a visita.

Vinicula em MOnterosso

Vinicula em Monterosso

De lá pra Vernazza tem uma trilha de cerca de uma hora. Dali dá pra ter um novo ângulo das Terre, diferente do visto do mar, mas tão lindo quanto.

Por causa das chuvas que afetaram a região em 2012, tem sempre alguma parte fechada. Quando fui em 2015, o trecho de Monterosso a Vernazza era o único aberto da trilha que liga os cinco vilarejos. É também o trecho mais difícil, bem íngrime, mas nada assustador.

Vernazza é a Terre que costuma ilustrar os guias da região. A cidade é fofa como as outras e também tem bons restaurantes, além de uma vista super bonita pra Corniglia, a próxima das Cinque Terre. Passei umas duas horas rodando por lá e segui de trem até o próximo destino. 

Vernazza

Corniglia fica a 365 degraus escada acima de quem chega de trem ou barco. Se vale à pena? Mais ou menos. Não vi nada especial ou diferente das outras Terre, mas aproveitei pra almoçar (lasagna + vinho por €12,00) num restaurante suuuuper fofo, à beira do precipício. Mas se você está sem tempo, pode pular Corniglia sem piedade.

Manarola, a próxima parada, também ilustra os guias de viagem e é bem próxima de Riomaggiore (4 minutos de trem). Na praça principal, lá no alto, fica a igreja de San Lorenzo, de onde se tem uma vista bem bonita. Aliás, a vista de Manarola pro mar é a mais bonita de todas as Terre, mas esteja preparado pra subir e descer muito até encontrar esses cantinhos privilegiados. O fato é que vai valer a pena.

 

durma na região 

O ideal é escolher entre Monterosso ou Riomaggiore, que ficam uma em cada ponta das Terre. Monterosso tem mais infraestrutura, é a única que tem praia de verdade, mas também é a mais cara das cinco. Preferi ficar em Riomaggiore, no extremo sul, que é menorzinha, super charmosa e com preços mais em conta.

Cheguei sem reserva e demorei pra encontrar o hostel. Depois de subir e descer as ladeiras umas três vezes, encontrei o tal do Liljana Rooms, que na verdade é um escritório de Affitacamere (aluguel de quartos). Fica na Via Colombo, 25. O quarto compartilhado que custava €25,00 a diária, sem café da manhã e sem wi-fi. Quarto limpo, bem equipado, chuveiro bom e bem localizado. Super básico, mas bom custo x benefício.

Riomaggiore

Riomaggiore

  

COMPRE UM TICKET DE TREM

O CT Train custa €12,00, vale por 24h e dá direito a viagens de trem e ônibus ilimitadas incluindo a viagem pra/de La Spezia, que é a cidade grande mais próxima das Terre. O ticket também dá acesso à trilha entre os vilarejos, entrada liberada nos banheiros pagos e wi-fi gratuito nos hot spots espalhados por lá.

Já o CT Card é mais barato, custa €7,00. Mas só dá acesso à trilha e aos ônibus por 24h.

 

USE BARCO, TREM E CAMINHE

Dessas três formas você terá 3 visões totalmente diferentes dos vilarejos. O legal é pegar o barco numa ponta e navegar até a outra pra ter a vista de todas as Terre do mar. É lindíssimo! O barco de Riomaggiore a Monterosso custa €10,00 e tem dez saídas por dia, podendo subir e descer nas outras Terres, com excessão de Corniglia, onde só se chega de trem.

Eu pretendia chegar em Monterosso e voltar pela trilha até Riomaggiore, parando em todas as Terre. Mas só a primeira parte do caminho, que liga Monterosso a Vernazza, estava aberta. Os outros trechos fiz de trem.

 

cinque terre

 

PERCA-SE NOS VILAREJOS

O visual das casinhas coloridas debruçadas nos penhascos é a coisa mais fofa. Mas o interior dos vilarejos também faz das Cinque Terre um lugar encantador. As ruas são estreitas, não passa carro, tem vários restaurantes bacanas, lojinhas simpáticas e vinículas. Carregue com você os horários dos trens e barcos pra otimizar o passeio.

Importante: Tudo isso dá pra fazer em um único dia. Só é importante ter os horários dos trens com você, pra otimizar essa logística. Essas tabelas podem ser encontradas nas estações de todos os vilarejos.

Custo total das Cinque Terre nos dois dias: €150,00. Inclui passagem de trem de Nice + trens internos + barco + ticket do parque + 2 noites de hotel + todas as refeições.

Custo do tour guiado de 1 dia saindo de Siena: €90,00. Inclui transporte + almoço

Gostou do Post? Compartilhe!

– organize sua viagem e ganhe descontos –

Fazendo suas reservas pelos nossos links, você recebe descontos, nós ganhamos uma pequena comissão dos nossos parceiros e todo mundo viaja feliz.

leia também: